Poucos dias depois de ter disponibilizado o conhecimento e os recursos das suas empresas para o resgate das 12 crianças que se encontravam presas numa caverna, em Chiang Rai, na Tailândia, Elon Musk mostrou progressos no desenvolvimento do veículo proposto para a missão. Apesar de quatro rapazes já terem sido evacuados, e de não ser certa a utilização do pequeno submarino criado pela SpaceX, a tecnologia pode vir a ser utilizada noutras missões de salvamento que sejam feitas em condições semelhantes.

Recorde-se que no passado dia 23 de junho, 12 rapazes, com idades compreendidas entre os 11 e os 16 anos, tal como treinador de futebol da equipa onde jogavam, de 25 anos, entraram num complexo cavernoso que os impediu de sair depois de vários túneis terem sido inundados na sequência de chuvas fortes.

A localização do grupo só foi descoberta no dia 2 de julho e quando um utilizador apelou a Elon Musk que se envolvesse na missão de salvamento, o empresário partilhou várias ideias que rapidamente chegaram às autoridades tailandesas. Musk rapidamente anunciou que um grupo de engenheiros foi posto em contacto com as equipas de resgate e disse depois que o grupo estava em trânsito para se encontrar com essas mesmas equipas na Tailândia.

Depois de ter recebido feedback por parte dos engenheiros da SpaceX e Boring Company, o empresário afirmou que tinha uma solução prestes a ser concluída. Essa solução consiste num pequeno submarino, com tamanho suficiente para transportar uma criança, que pode ser carregado manualmente pelos mergulhadores que estão a assistir a missão. E foi testado para passar em lugares estreitos.

Musk explicou que o veículo consiste numa pequena cápsula, revestida com duas camadas de Kevlar e Teflon, que lhe permite deslizar sobre as superfícies rochosas. Depois, foi adicionado um tanque de ar na ponta do submarino e uma válvula traseira, que permitiria às crianças respirarem sem qualquer treino de mergulho, como foi inicialmente planeado.

[caption]tek submarino[/caption]

O protótipo foi testado numa piscina com sujeitos que não têm qualquer treino de mergulho.

Note que quatro dos 12 rapazes presos na caverna já foram evacuados, restando agora oito rapazes e o treinador. A equipa envolvida na missão é composta por 90 mergulhadores e vários engenheiros de várias partes do globo.

O submarino ainda não chegou à Tailândia, mas Musk garantiu que "vai a caminho". Não é certo que a cápsula seja utilizada para resgatar qualquer uma das crianças, mas o veículo estará disponível para ser utilizado.