De acordo com o relatório dos indicadores estatísticos do mercado das comunicações electrónicas em Cabo Verde, divulgados hoje pela Agência Reguladora Multissectorial da Economia (ARME), nos últimos anos, o acesso aos serviços de comunicações electrónicas têm apresentado uma “tendência crescente”, de uma forma geral por parte da população.

No acesso às comunicações móveis, conforme avança a ARME, verifica-se uma tendência crescente durante os últimos sete anos, tendo, entretanto, sido constatado que em 2018 a tendência mudou, registando-se um pequeno decréscimo, quer no serviço de voz, quer no serviço de acesso a internet (3G).

“No final do mês de Dezembro de 2018, o serviço de telefonia fixa contava com 62.680 assinantes, correspondendo a uma taxa de penetração de 11,5 acessos por 100 habitantes, a qual corresponde a um ligeiro decréscimo de 3,5% em relação ao período homólogo do ano passado. Em relação ao terceiro trimestre de 2018 verifica-se um decréscimo de 8%”, lê-se no documento.

No que se refere ao serviço da rede fixa, o quarto trimestre de 2018, de acordo com o relatório, foram gerados cerca de 17 milhões de minutos na rede fixa, correspondendo a um decréscimo de 27% em relação ao terceiro trimestre do ano 2018.

A ARME avança, por outro lado, que o serviço de internet pela tecnologia ADSL contou com 15.656 assinaturas no último trimestre de 2018, apresentando um aumento de 9% em relação ao terceiro trimestre de 2018 e ao período homólogo do ano passado.

Já o serviço de televisão por assinatura apresenta um crescimento residual, tendo este mesmo serviço no quarto trimestre de 2018, apresentado um total de 9.829 assinantes, com um aumento de 2% em relação ao terceiro trimestre de 2018 e um ligeiro aumento de 0,1% em relação ao período homólogo do ano passado.

No que concerne ao serviço dos cartões SIM, os dados apontam que o número total de cartões SIM ativos no mercado móvel em Cabo Verde, em Dezembro de 2018 foi de 610.328, acrescentando, que o número de cartões SIM dedicados exclusivamente às conexões à internet móvel, foi de 30.098 no quarto trimestre de 2018.

O tráfego de voz total gerado na rede móvel no quarto trimestre 2018, segundo o mesmo documento, rondou os 240 milhões de minutos, apresentando um decréscimo de 4% em relação ao período anterior e um aumento de 5% em relação ao período homólogo do ano passado.

A ARME nasceu da fusão entre ARE e ANAC, ao abrigo do Decreto-lei nº 50/2018, de 20 de Setembro e enquanto autoridade administrativa e independente, desempenha a atividade administrativa de regulação técnica e económica dos setores das comunicações, energia, água e transportes coletivos urbanos e interurbanos de passageiros.

A ARME exerce ainda a sua atividade de regulação nos aspetos do mercado da comunicação social que não devam ser consignados a outra autoridade administrativa independente.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.