Trata-se de um projeto que inclui a instalação, no município da Ribeira Grande de Santiago, de três praças digitais, sendo uma no Liceu de Salineiro, uma no Forte de São Francisco e outra na Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago.

Segundo uma nota da Agência Reguladora Multissetorial da Economia (ARME), uma das parecerias deste projeto, o SV4D visa criar soluções tecnológicas inovadoras, intuitivas e facilitar o acesso às Tecnologias de Informação e Comunicação, permitindo melhorar a qualidade de vida da população em geral.

Além da ARME, estão envolvidas várias outras entidades nacionais, entre as quais o NOSI, a Unitel T + e a Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago, como beneficiárias.

“A ARME é o ponto focal desta iniciativa e responsável pela coordenação da implementação do projeto-piloto em Cabo Verde e, no âmbito da Sociedade de Informação, o NOSI participa na cedência de internet gratuita e acesso ao shelter do Estado e a Unitel T + na cedência gratuita da sua torre de comunicação, na Cidade Velha”, lê-se na nota enviada à Inforpress.

A inauguração do SV4D conta com a presença de várias entidades nacionais e internacionais convidadas, principalmente a equipa da Fraunhofer de Portugal e ARCTEL – CPLP que está em Cabo Verde desde o dia 2 de janeiro para a implementação e inauguração do projecto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.