Carlos Tavares fez esta declaração à imprensa, no âmbito do primeiro Webinar União Europeia – Cabo Verde, em matéria de identificação electrónica e assinatura digital, que acontece entre os dias 21 e 22, numa plataforma online.

O objectivo do Webinar é apoiar as instituições cabo-verdianas no desenvolvimento das funções digitais do CNI e do passaporte electrónico, com peritos da Administração Pública da Estónia, Alemanha e Grécia.

Os especialistas prestarão aconselhamento sobre experiências de autenticação móvel e integração com subsistemas internacionais e como promover a digitalização e a inovação em Cabo Verde.

De acordo com Carlos Tavares, a activação das funcionalidades digitais do CNI requerem infra-estruturas que adeqúem às exigências e melhorar cada vez mais a governança digital.

“Esse workshop vai nos ajudar a olhar para aquilo que são as melhores práticas desses três países, que vão falar sobre infra-estruturas de chaves públicas”, disse.

Por outro lado, apontou que essa nova função vai impulsionar também o mercado digital, em que todas as empresas, dos vários sectores de actividade, vão poder adoptar esse sistema de autenticação que ajuda na promoção da economia digital.

O Webinar reunirá cerca de 20 participantes de instituições públicas e privadas locais relacionadas com a identificação nacional, assuntos internos, digitalização, justiça, fronteiras, migração, economia, processos eleitorais e fiscalidade.

A actividade é organizada pela Comissão Europeia em cooperação com o NOSI, tornando Cabo Verde o primeiro beneficiário do apoio TAIEX DEVCO, não só em África, mas também ao nível mundial.

O TAIEX DEVCO é o Instrumento de Assistência Técnica e Intercâmbio de Informações (TAIEX) destinado aos países e territórios parceiros abrangidos pela Direcção-Geral de Cooperação e Desenvolvimento Internacional (DEVCO).

Presta apoio técnico de curto prazo, mobilizado rapidamente, utilizando peritos do sector público dos Estados-Membros da União Europeia em resposta a pedidos de assistência de instituições públicas dos países parceiros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.