Esta avaliação conjunta foi feita pela Startup e Inovação Tecnológico (StartupBlink) pela Health Innovation Exchange (HIEx) do UNAIDS e da Agência de Inovações de Moscovo. A Comvida é a 1ª a nível dos Países de Língua Portuguesa (PALOP). Já a nível do continente africano consta da lista das 10 primeiras.

No processo de avaliação e classificação foram considerados três critérios principais. A inovação, a relevância, que responde directamente à covid-19, e a credibilidade. Priorizaram as soluções que estão prontas para implementação em detrimento daquelas em estágio de ideia.

A plataforma ComVida foi desenvolvida graças a uma experiência de parceria público-privado, sob a liderança e coordenação técnica do Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSi) e contou com o apoio das Nações Unidas e, a nível de conteúdos, com a colaboração e supervisão do Instituto Nacional de Saúde Pública (INSP).

O objectivo da plataforma Mapa de Inovação de Coronavírus da StartupBlink é incentivar e mapear inovações e soluções de todo o mundo que ajudam as pessoas a lidar e se adaptar à vida em meio à pandemia de coronavírus e a conectar inovadores.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.