“Tudo começa com os nossos clientes”, avança a Asus durante a sua apresentação, revelando o conceito de como constrói os seus modelos de portáteis. Considerando a situação pandémica, a Asus considera importante servir a população com modelos adaptados às suas necessidades, seja na oferta de boa conectividade, baterias com longa duração. E os seus portáteis devem estar prontos para serem usados tanta na sala como numa esplanada. E sejam eles para trabalhar com grande performance em vídeo ou a executar outros projetos.

A marca apostou nos processadores X Graphics da arquitetura da 11ª geração da Intel, e encaixam-se no programa Project Athena e os novos padrões Intel Evo. Os seus computadores têm controlo da ventoinha manual, desde performance para dar um boost nas aplicações, ao sistema whisper, para que não faça barulho.

A Asus aposta ainda em ecrãs com cores vibrantes e com o melhor contraste possível. Apresenta o sistema NanoEdge: ecrãs com molduras muito finas, para maior área útil em função do chassis. E têm proteção contra a luz azul. Os portáteis procuram ser finos e muito leves. Também segundo a fabricante, 90% dos utilizadores procuram uma bateria com boa autonomia, com mais de 14 horas de duração e esse é o objetivo da marca, juntamente com suporte a carregamento rápido através de USB-C.

O seu sistema de cancelamento de áudio para os microfones, através de IA, pode ser ideal para videoconferências e outras atividades em que é necessário usar o microfone. Ruídos como animais de fundo, bebés, ventoinhas e outros ruídos gerados de fundo em casa são eliminados com o seu sistema.

Também os computadores são equipados com Wi-Fi 6, garantindo as melhores ligações possíveis com as redes em casa, graças ao Wi-fi Estabilizar e o RangeBoost, uma antena que permite cobrir as zonas mortas de sinais de rede.

No MyAsus pode ligar o smartphone ao computador para controlo total; partilha de ficheiros entre os dispositivos e controlo direto; pode usar o computador para fazer chamadas; o URL transfer garante a navegação contínua entre os equipamentos; e por fim pode usar o tablet ou smartphone como um segundo ecrã do portátil. Um sistema que também a Huawei utiliza no seu ecossistema.

Asus ExpertBook B9

No ano passado foi considerado o mais leve computador de 14 polegadas direcionado ao segmento de negócios e este ano procura igualar: tem 14,9 mm de espessura construído em magnésio para o manter leve, pesando 880 gramas. Utiliza o processador gráfico da Intel Xe e chip i7 de 11ª geração. Pode usar a câmara para reconhecimento facial e autenticação, bem antes de tocar no rato ou teclado. Tem certificação militar MIL-STF 810H correspondente à sua resistência. Em termos de conectividade tem 4 portas USB-C, uma Thunderbolt 4 e HDMI. Consegue alimentar dois monitores 4K ou mesmo 8K em simultâneo. Tem ainda uma entrada USB-A e jack 3,5 mm para auscultadores.

Oferece a tecnologia de cancelamento de ruído referido anteriormente. De salientar a sua caixa de acessórios em cartão, que foi feita com materiais reciclados, que ainda pode ser usado como base de suporte ao computador, para uma utilização mais confortável.

Asus ZenBook S

Este portátil tem um ecrã de 13,9 polegadas com um rácio de 3:2, com uma resolução de 3300x2200. Tem cores elegantes, misturando estilo com performance, inspirado na engenharia suíça de relógios. Pretende oferecer um teclado confortável, com teclas espaçadas. Tem bordas em dourado, 1,35 Kg de peso e 15,7 mm de espessura. A fabricante promete 12 horas de bateria e capacidade de carregamento de 60% em 49 minutos, na sua bateria de 67 wh de capacidade. A Asus afirma mesmo que pode usar um power bank para o alimentar em locais onde não tem eletricidade.

O ecrã tem também 500 nits de iluminação, 3,3K de resolução e certificação Pantone, destinado aos profissionais. Tem ainda mais área de ecrã, cerca de 92% de rácio em relação ao seu chassis, uma relação acima dos telemóveis. O ZenBook S tem processadores de nova geração da Intel e gráfica Intel Xe.

Asus ZenBook Flip S

Este convertível apresenta um novo visual, embora mantenha o estilo do anterior, salientando-se pelo seu ecrã tátil OLED 4K com tecnologia HDR. A Asus afirma que este é o mais fino convertível do mercado, com 13,9 mm e 1,2 Kg de peso. Tem 15 horas de bateria e carregamento rápido de 60% em 49 minutos.

O seu ecrã tem calibração Pantone, direcionado para profissionais e um rácio de contraste de 1.000.00:1. Está prometido que qualquer conteúdo HDR que seja apresentado tem as cores para o qual os trabalhos foram concebidos. O display apresenta 500 nits e um tempo de resposta de 0,2 ms. Tem também uma pen para ser usado em trabalhos mais profissionais. No seu interior tem 16 GB de RAM, 1 TB de armazenamento interno e o mesmo chip e gráfica dos anteriores baseados na 11ª geração da Intel.

ZenBook 14

A Asus revelou que existem dois novos modelos do ZenBook 14, incluindo o ZenBook Ultra Light. O modelo tem o novo Touchpad 2.0 que substitui o trackpad convencional. Os portáteis têm um GPU MX450 da Nividia e também o Intel X, o processador de nova geração. Ainda no seu interior tem o novo processador da Intel, até 16 GB de RAM e 1TB de SSD. Os equipamentos têm duas entradas USB-C compatíveis com Thunderbolt 4.

O segundo modelo tem um painel tátil como segundo ecrã, com uma nova interface e forma de usar, como se tivesse um smartphone embutido no chassis do computador. Dá para agarrar as aplicações que usam mais e faz pin de acesso rápido. O portátil pesa 980 gramas e apresenta um ecrã principal com 92% de rácio face ao chassis.

ZenBook Pro 15

Este modelo é semelhante ao ZenBook Pro 14, com o mesmo painel tátil a fazer de segundo ecrã. Tem um GPU NVidia GTX 1650 Ti, um processador i7 da Intel de nova geração. O seu ecrã principal é um OLED tátil, com resolução 4K e suporte a HDR. A Asus considera-o o portátil mais pequeno a nível mundial com tela OLED 4K de 15”.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.