As diligências, segundo nota enviada pela PN à redacção da Inforpress, foram feitas após denúncias recebidas relacionadas com três roubos em instituições públicas, sendo duas escolas secundárias e uma escola primária, dando conta que “os suspeitos teriam subtraído equipamentos informáticos nas referidas escolas com recurso ao arrombamento”.

“Em decorrência destas denúncias, a Esquadra de Investigação e Combate à Criminalidade deste comando regional realizou um conjunto de diligências que culminaram na descoberta dos autores materiais dos actos e apreensão dos equipamentos”, lê-se no documento.

Na lista das apreensões contam-se dez CPU, 13 monitores de computador, dez teclados, oito ratos de computador e vários outros materiais que agora, segundo a mesma fonte, serão entregues aos legítimos proprietários mediante “Termo de Entrega” e os expedientes elaborados “serão remetidos ao poder judicial para os subsequentes efeitos”.

A PN informa ainda que os crimes foram executados por seis indivíduos do sexo masculino, naturais de São Vicente, com idades compreendidas entre 16 e 19 anos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.