Antes, na segunda-feira, 15, na cidade da Praia, Teresa Ribeiro e o ministro da Saúde, Arlindo do Rosário, irão homologar o protocolo tripartido de cooperação para a “Execução do Centro de Hemodiálise no Hospital Dr. Baptista de Sousa em São Vicente”.

A construção do segundo centro de diálise do arquipélago – o primeiro situa-se no hospital Agostinho Neto, na cidade da Praia –, de acordo com a administração do hospital de São Vicente, visa “melhorar a capacidade de resposta” no Serviço Nacional de Saúde (SNS) em Cabo Verde, assegurar a descontinuidade das evacuações dos doentes para tratamento renal e mitigar os custos sociais resultantes das evacuações, entre outros.

“Assim, a construção do centro de diálise passará a melhorar a capacidade de resposta do hospital Baptista de Sousa na área de cuidados nefrológicos”, pontuou a mesma fonte.

Para esta construção do centro de hemodiálise de São Vicente, a Cooperação Portuguesa disponibiliza um montante de 480 mil euros, cerca de 50 mil contos.

Durante a sua estada em São Vicente, a governante portuguesa visitará a Escola Portuguesa do Mindelo e à Academia Livre de Artes Integradas do Mindelo (ALAIM), a qual beneficia do apoio da Cooperação Portuguesa, através do programa “Fundo de Pequenos Projetos”, e a Universidade de Cabo Verde (Uni-CV), cujas instalações do emblemático edifício do antigo Liceu Gil Eanes foram recentemente reabilitadas com o apoio da Cooperação Portuguesa.

AA

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.