Esta primeira missão de onze dias de um grupo de estudantes internacionais da Universidade Cardinal Herrera de Valencia, liderado pelo Professor doutor, Iñaki Orozco Aparício a São Nicolau, terminou esta segunda-feira, 12, e teve como objectivo realizar intervenções gratuitas na área odontológica às populações mais isoladas e zonas de difícil acesso.

Em declarações à Inforpress, o responsável do centro, Dinis Gomes, considerou “muito importante” esta missão de médicos espanhóis, particularmente na área de odontologia que, segundo referiu, beneficiou pacientes do Tarrafal por ser “uma especialidade em falta no município” sublinhou.

Para a próxima, sublinhou, a missão médica espanhola vai priorizar consultas na área da pediatria, uma especialidade que notaram que ainda não existe em São Nicolau.

Em jeito de balanço, a missão médica solidária espanhola que esteve entre 30 de Julho a 11 de Agosto, atendeu a 595 pacientes (360 no município da Ribeira Brava e 235 no município do Tarrafal) sendo a maior parte das intervenções a incidir nas extrações dentárias.

Conforme explicou o Professor doutor Aparício, muitos destes problemas deve-se à falta de higiene oral que evoluíram para graves infecções e a extracção mostrou-se como única solução.

Entretanto, deixou um apelo que é necessário haver mais acções de sensibilização junto de crianças no sentido de prevenir e evitar problemas dentários graves.

“Há uma carência de educação sanitária nas crianças, que consideramos primordial para evitar problemas futuros” reforçou.

Esta acção de assistência humanitária na área odontológica conta com o apoio da Embaixada de Cabo Verde em Espanha, Ministério da Saúde e respectivas câmaras locais.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.