As obras, que visam “atenuar a acção do mar” nas zonas mais afectadas, com vista a salvaguardar a segurança das pessoas, deixam aliviadas as famílias, que vinham reclamando da necessidade de se reconstruir o muro de protecção da cidade das Pombas.

A edilidade paulense alertou que a acção do mar bravo tem provocado “estragos significativos” no muro de protecção da cidade das Pombas, situação que tem “colocado em risco a vida de centenas de pessoas” que vivem na orla costeira dessa urbe.

Perante “a gravidade” do problema, o Governo já alocou no Programa de Requalificação Reabilitação e Acessibilidades (PRRA), para 2020, uma verba de 120 mil contos para a intervenção “de forma planificada e estruturada” na orla marítima da cidade das Pombas, informou a autarquia.

A Câmara Municipal do Paul acredita que, com este projecto “estruturante que irá mudar o layout urbanístico” dessa cidade, é possível “resolver em definitivo este problema”, que tem estado a inquietar as famílias.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.