O presidente da câmara do Porto Novo, Aníbal Fonseca, aproveitou o acto de entrega das viaturas, que teve lugar quarta-feira, na cidade do Porto Novo, para enaltecer a “parceria extraordinária” existente entre o Governo e a sua edilidade no quadro da municipalização das acções da promoção social.

As viaturas mitsubishi L200 constituem “mais um complemento”  em todo o processo de descentralização e municipalização dos serviços da promoção social, explicou Aníbal Fonseca, que ressaltou os ganhos conseguidos pelo seu município no quadro  desta parceria com o Governo, através do MFIS.

“Basta dizer que as verbas de funcionamento dos diversos programas são transferidas regularmente”, sublinhou o presidente da câmara do Porto Novo, referindo-se, concretamente, aos montantes destinados às evacuações, às actividades geradoras de rendimentos para os grupos vulneráveis e ao rendimento social de inclusão.

Esta viatura chegou “em boa hora”, numa altura em que o município está a implementar o Cadastro Social Único (CSU), programa que implica muitas acções no terreno, “tanto mais neste ambiente de ameaça devido à pandemia de covid-19”, avançou aquele autarca lembrando que em Março estes dois concelhos de Santo Antão tinham sido contemplados com equipamentos informáticos.

Tudo isso no quadro do reforço das capacidades dos municípios em matéria de intervenção social mas também no âmbito da criação dos respectivos gabinetes de acompanhamento familiar, nestes concelhos.

O vereador da acção social da câmara da Ribeira de Grande, Dirceu Rocha, considerou que as viaturas disponibilizadas pelo Governo vão permitir uma maior cobertura  dos programas sociais em curso.

Uma nota do MFIS explica que a entrega das duas viaturas visa reforçar a capacidade de intervenção das equipas sociais nos dois municípios no alargamento do CSU e no acompanhamento das famílias beneficiárias do rendimento social de inclusão.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.