Representantes do Ministério Público, da delegacia de Saúde e da Polícia Nacional estiveram a tratar do caso e confirmam que os dois envolvidos são estrangeiros, o homem de nacionalidade britânica, de 42 anos de idade, respondia pelo nome de Titus John Bradley e a mulher de nacionalidade húngara, 28 anos de idade, chamava-se Noemy Timea Gergely.

Embora a Polícia Nacional não avance pormenores, a Inforpress conseguiu apurar, por outras fontes, que o quadro é compatível com um caso de homicídio seguido de suicídio, em que o homem terá matado a mulher suicidando-se de seguida.

Trata-se, contudo, de uma informação que só posterior investigação, a cargo da Polícia Nacional, poderá confirmar definitivamente.