A informação foi avançada por essa organização não-governamental, que, através da sua representante, Annette Helle, explicou que o propósito é continuar a assistir às famílias em situação de maior vulnerabilidade, por causa da pandemia do novo coronavírus.

"Contamos fornecer cestas básicas, pelo menos, durante os próximos dois ou três meses", confirmou Annette Helle, lembrando que, até agora, foram abrangidas mais de uma centena de famílias com cestas básicas em Tarrafal de Monte Trigo e no Planalto Norte.

Também, através desta ONG, criada em 2015, os Amigos do Monte Trigo na Alemanha já apoiaram com cestas básicas cerca de 60 famílias nessa zona isolada no interior do concelho do Porto Novo.

Dar as Mãos a Tarrafal de Monte Trigo tem incidido a sua actuação nos domínios da saúde e educação e, com a pandemia de covid-19, decidiu alargar a sua acção com auxílio às famílias necessitadas com géneros alimentícios.

Com esta iniciativa, Dar as Mãos a Tarrafal de Monte Trigo diz pretender atenuar as dificuldades dessas famílias que viram as suas vidas afectadas pelo surto do novo coronavírus.

Esta ONG, que tem estado a apoiar financeiramente dezenas de alunos dessa localidade que frequentam o ensino secundário e superior, pretende, também, apostar no ambiente, com a instalação de uma trituradora de vidros no Tarrafal de Monte Trigo.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.