Trata-se de 32 casas pertencentes a famílias de fracos recursos, que começaram a ser recuperadas em Dezembro, devendo ficar prontas ainda no decorrer dos primeiros três meses deste ano.

Já em 2018, foram reabilitadas outras 33 casas, também na cidade do Porto Novo, através do PRAA, que prevê, até 2020, recuperar mais 150 moradias sociais neste município santantonense, num investimento a rondar os 50 mil contos.

A reabilitação de habitações degradadas tem centrado as intervenções da câmara municipal e do Governo, nos últimos dois anos, período em que, segundo o edil do Porto Novo, Aníbal Fonseca, foram recuperadas mais de 460 casas.

Até 2020, tanto através do PRAA, como dos programas a cargo do município, pelo menos, mais 400 habitações deverão ser reabilitadas no Porto Novo, segundo a edilidade.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.