“É para isso que viemos. É como tudo (…), cada um tirará o proveito que entender. Mas, a ideia mesmo é fortalecermos em termos interiores, em termos espirituais”, frisou Dom Ildo Fortes, observando que os padres correm o risco que muitas pessoas correm hoje, que é, explicou, entrar nesta azáfama, no stress do dia-a-dia.

“Há muitos bois para tocar para a frente, muitas solicitações e coisas para fazer, e tornamos tipo profissionais que correm, correm (…). Daí que é preciso pôr um stop. Dizer pára. O que é que tu tens dentro de ti, como é que Jesus Cristo preenche a tua vida”, exteriorizou.

Nessa reflexão, Dom Ildo reiterou que este encontro serve para fortalecer os laços de amizade entre os padres mas, também, revigorar-se em termos mais teológicos e espirituais, permitindo, cada um, desempenhar um “bom serviço” na igreja onde se encontra.

O retiro dos padres é realizado uma vez por ano, e neste momento estão no Sal 12 sacerdotes das diferentes ilhas do arquipélago, São Vicente, Santo Antão, Santiago, São Nicolau, Boa Vista, sob a liderança do bispo Dom Ildo Fortes, instalados numa das casas da Vila da Murdeira, a “carregar baterias”.

Nesta conversa com a Inforpress, Dom Ildo Fortes explicou que durante estes dias de retiro, os padres mantêm-se em silêncio, evitando falar uns com os outros, entretanto, sob orientação de alguém, desta vez, o monsenhor Duarte da Cunha, padre em Lisboa.

“Cada ano convidamos uma pessoa que vem de fora para nos orientar. No fundo, para nos orientar na oração, dar umas pistas… não fala muito. É um tempo de muito silêncio e reflexão. Procuramos um lugar que nos permitirá isso, e Murdeira nos está a oferecer condições belíssimas. Estamos num espaço recôndito, com ambiente de silêncio, mar por perto…”, exteriorizou.

“Nós os padres não podemos dar se não tivermos. Então a ideia é pararmos um bocadinho para se encher um pouco mais de serenidade e paz de Deus”, enfatizou.

Uma semana antes do retiro, os padres tomaram tempo para formação, uma actualização teológica ou pastoral, com foco na juventude.

O retiro termina nesta sexta-feira, devendo os padres, entretanto, aproveitar o final de semana na ilha turística, para algum momento mais descontraído.

Inforprss/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.