Em declarações aos jornalistas, Óscar Santos explicou que o parque infantil de Lém Ferreira se justifica pelo facto de existirem no bairro muitas crianças que não tinham um espaço para brincar.

“O mesmo está localizado numa área muito sossegada e está muito bem localizado”, disse o autarca completando que esta entrega “simboliza o início de «pedonalização» desta zona”, a semelhança do que foi feito em outros bairros da capital.

Questionado sobre a necessidade de construir um novo parque quando em Lém Ferreira já existia um outro espaço do género, Óscar Santos respondeu: “Estamos a falar de um “fitness” parque para as pessoas adultas. Até é bom que as crianças tenham o seu lugar separado para brincarem, separadamente dos adultos. Não é muito aconselhável estar a fazer exercícios físicos com crianças por perto”.

O autarca praiense prosseguiu, afirmando ainda que o parque infantil, ora inaugurado, “é uma necessidade que o bairro sentia” e que espera que as crianças irão gostar e conservar.

Falando em nome dos moradores de Lém Ferreira, Filomena “Filó” disse se tratar de um “bonito e bom trabalho”.

“Fiquei contente, principalmente pela minha neta que agora não pára em casa só para poder estar aqui a brincar. Apenas peço que coloquem um quebra-molas para controlar a velocidade dos carros já que o parque fica à beira da estrada”, ajuntou.

A preocupação desta moradora foi tida em conta por Óscar Santos, que prometeu colocar quebra-molas no local, e ao mesmo tempo, apelou aos condutores a andarem a velocidade reduzida na localidade.