Jailson Monteiro explicou que a seca prolongada, que está a ter reflexos na actividade agrícola em Ribeira dos Bodes, afecta, directamente, perto de 40 chefes de famílias, que precisam ser socorridos pelas autoridades, através de criação de empregos.

A seca fez secar as nascentes, situação que piorou, nos últimos tempos, com a avaria no sistema de bombagem de um dos furos locais, afectando 25 agricultores, que perderam toda a produção, adiantou Jailson Monteiro.

Entretanto, através do Ministério da Agricultura e Ambiente, a associação local conseguiu assinar um contrato para a realização de obras ligadas à conservação de solos e água, que, durante os próximos três meses, vão empregar, pelo menos, 19 chefes de família.

Para o líder associativo, ainda esta semana, as obras já vão estar em andamento, destacando o facto de contribuírem para amenizar o desemprego em Ribeira dos Bodes, zona que, a seu ver, está a ser muito atingida pela seca.

JM/JMV

Inforpress/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.