O anúncio foi feito, hoje, pelo ministro da Cultura e Indústrias Criativas, Abraão Vicente, durante uma visita a este espaço, e assegurou que, através do programa de reabilitação, requalificação e acessibilidades (PRAA), o seu ministério conseguiu incluir o financiamento para o restauro do edifício que vai receber o museu, na ordem dos 7.500 contos.

“Nas próximas semanas, uma equipa do Instituto do Património Cultural (IPC) e da câmara municipal irá apresentar o projecto final para a restauração do espaço”, informou o ministro, que, esta segunda-feira, iniciou uma visita de dois dias à ilha de Santo Antão.

Enquanto isso, o ministério, através do IPC, vai “desenhar” o projecto museológico.

“Podemos garantir que, nas próximas festas de São João, o museu das romarias estará a receber os visitantes”, garantiu o governante, informando que, ao todo, o projecto para conclusão desta infra-estrutura rondará entre os 11 e 12 mil contos.

O museu das romarias, que está a ser edificado nas antigas instalações da fábrica de pozolanas, construídas nos anos 40, cidade do Porto Novo, faz parte de uma série de projectos visando a qualificação das festas de São João, elevadas, em 2017, a património imaterial nacional.

Abraão Vicente, no âmbito da visita a Santo Antão, percorreu, hoje, a rota de São João, inaugurada em Junho, durante essas festividades, para ver como o seu ministério pode contribuir para melhorar o “design” e toda a parte ligada à merchandising e à marca territorial desta rota, financiada no âmbito do Fundo do Turismo.

Assegurou ainda que o Governo vai financiar, igualmente, as obras de reabilitação das duas igrejas (e os espaços envolventes) que fazem parte desta rota, ou seja, a igreja em Ribeira das Patas e a antiga capela, na cidade do Porto Novo, ambas com valor patrimonial.

Em relação ao museu, o edil do Porto Novo disse que a sua edilidade teve “uma boa resposta” do ministro, razão pela qual acredita que o projecto será concluído até Junho de 2020.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.