Com esta medida, o fornecimento de luz eléctrica em Chã de Feijoal foi alargado de cinco para dez horas por dia, facto que, segundo o porta-voz da população, Marciano Guilherme, deixa contente essa comunidade, onde, desde 2015, existe uma central fotovoltaica solar.

A central, com potência de cinco watts, assegurava, inicialmente, a energia eléctrica durante 24 horas por dia às 15 famílias locais, mas problemas nas baterias levaram a que essa unidade passasse a funcionar, nos últimos anos, apenas durante cinco horas.

Com o gerador, a população passa a receber, diariamente, dez horas de luz eléctrica por dia, mas é intenção da câmara do Porto Novo investir mais de cinco mil contos no reforço da central fotovoltaica solar, conforme o plano de investimentos municipais para 2020.

Ainda no Planalto Norte, além do reforço da central em Chã de Feijoal, a autarquia garante estar a mobilizar parcerias para electrificar a zona de Bolona, cobrindo assim a 100% esse planalto com energia renovável.

JM/ZS

Inforpress/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.