Em comunicado de imprensa, a PN revela que nesta operação, foram detidas, fora de flagrante delito, quatro indivíduos, todos do sexo masculino e de nacionalidade cabo-verdiana, sendo um ex-recluso e um em flagrante delito, por posse de duas armas de fogo e munições diversas.

A operação, segundo a mesma fonte, contou com um contingente de 64 efetivos, tendo culminado com a apreensão de várias armas de fogo, munições de diferentes calibres, armas brancas, telemóveis, peças de vestuários e calçados, eletrodomésticos, objectos em ouro, goros, luvas e a quantia de cerca de quatro milhões de escudos, em dinheiro estrangeiro e nacional.

A Policia Nacional informa ainda que os mandados foram emitidos pelo juiz da Comarca de Santa Catarina, na sequência de uma investigação levada a cabo e que está relacionada com os casos de assaltos à mão armada ocorridos ultimamente na Capital do País e em Assomada.

“Ainda, no decorrer desta operação, a polícia, através do Centro de Comando e do Serviço 132, foi chamada a intervir num roubo que ocorria num dos armazéns em Achada Grande Frente, com ferimento, com arma branca, ao guarda que se encontrava de serviço e deteve, em flagrante delito, os dois assaltantes”, lê-se na nota que apela à população, que denuncie situações de comportamentos suspeitos, através do número 132.

Os sete detidos serão apresentados nas próximas horas, ao poder Judicial, para o primeiro interrogatório e aplicação da medida de coação.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.