O acto da entrega deste “contentor robótica computorizado” foi formalizado esta tarde pela administração do Núcleo Operacional da Sociedade de Informação (NOSI), o que para o director da Aldeia SOS de São Domingos capacita os jovens “num mundo muito competitivo que implica excelência formativa e capacidade para ser-se cidadãos do mundo”.

Alcides Moreira destacou a importância central das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no processo de construção de saberes, destacando a luta das Aldeias SOS na reconfiguração do processo de preparação dos seus jovens e crianças para a vida.

O responsável considerou na ocasião que o WebLab tem um papel essencial na capacitação dos jovens para a sua inserção no mercado do trabalho.

Alcides Moreira acrescentou que a implantação do WebLab vai ao encontro da estratégia desta instituição social, para que os beneficiados se integrem da melhor forma no mercado do trabalho.

Mostrou-se convicto de que o equipamento ora entregue representará um grande valor acrescentado na dinâmica de construção de jovens SOS com capacitação de sublimidade.

O director da Aldeia SOS de São Domingos realçou que o “WebLab” está a criar nos integrantes desta Aldeia infantil uma “enorme expectativa”, alegando que irá permitir a mudança do paradigma na realidade quotidiana das aldeias SOS que, ajuntou, vai partilhar com esta comunidade de São Domingos ferramentas para o futuro profissional dos seus membros.

Alcides Moreira disse ainda que o equipamento vai, igualmente, proporcionar aos seus internos uma “cultura digital sólida” e facilidade no acesso ao conhecimento, enquanto um factor que poderá ser importante para o sucesso escolar, profissional e pessoal, para além de poder “travar a exclusão”, mediante a formação em matéria de tecnologias às mães, jovens e adultas para estarem mais sintonizadas com o país e o mundo.

Enquanto isto, o administrador do NOSI, Carlos Cruz, destacou a parceria com as Aldeias SOS que, disse, já vem de há vários anos, considerando o “WebLab” como um projecto de futuro, visando uma forte aposta na inovação, na sociedade de conhecimento, desta feita, com o reforço na inclusão digital.

Disse esperar que os jovens beneficiados possam vir a ser talentos para inserir futuramente no parque tecnológico do NOSI, em construção, cuja inauguração está prevista para 2020.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.