Após ter sido seleccionado entre dez mil candidatos a fazer parte do "Obama Leaders: Africa", um programa de desenvolvimento de liderança e engajamento cívico da Fundação do ex-presidente norte-americano, Zedilson Almeida foi o único jovem dos PALOP seleccionado entre os 200 líderes africanos para representar o primeiro programa em África da Fundação Obama.

Além de Angola, participaram ainda no evento representantes de mais oito países africanos como a África do Sul, Nigéria, Quénia, Serra Leoa, Uganda, Etiópia, Gana e Marrocos.

Foram dois dias de desenvolvimento de liderança, discussão, e debate sobre o desejo comum dos participantes de transformar e melhorar as suas comunidades.

Sob o tema “Esperança Comum. Histórias Incomuns”, os 750 participantes da segunda edição da cimeira partilharam histórias inspiradoras. Neste sentido, o ex-presidente norte-americano juntou-se aos jovens para uma conversar sobre a importância desta partilha para eliminar diferenças e construir relações para a mudança.

Neste clima de partilha, Obama explica: "A única maneira de conseguirmos superar os maiores desafios dos nossos tempos é dando formação e suporte à próxima geração de líderes, de modo que se sintam preparados para enfrentar esses mesmos desafios."

Obama

Além de Obama, muitas outras personalidades participaram na cimeira, incluindo Janelle Monaé (actriz e cantora), Ibtihaj Muhammad (esgrimista, empreendedora e escritora), Karamo Brown (apresentador de TV, personalidade de reality show e psicoterapeuta), David Sengeh (director de Inovação do governo da Serra Leoa), Dave Eggers (escritor), e Zadie Smith (escritora e professora).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.