A infraestrutura, financiada e construída pela cooperação chinesa e inaugurada ontem,02, na presença do embaixador da República Popular da China em Cabo Verde, Du Xiaocong, e do ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário, fica localizada no anexo do HAN, na zona de Trindade.

De acordo com o diretor do HAN, Júlio Andrade, a lavandaria tem capacidade para fazer a lavagem das roupas do hospital da Praia e outras infraestruturas sanitárias de Santiago e ainda para prestar serviços a outros setores, nomeadamente, a hotelaria.

“É um equipamento que exige roupas especiais, tendo em conta que atinge temperaturas bastante elevadas. Por outro lado, essa temperatura descontamina por completo qualquer tipo de roupa.

Portanto, não há risco de contaminação pelo que roupas de qualquer setor podem ser lavada aqui”, explicou, indicando que o próprio hospital já encomendou roupas especiais.

O pessoal que vai trabalhar na lavandaria já está todo formado, segundo o diretor.

O plano de negócio da infraestrutura ainda não está definido, mas Júlio Andrade aventa a possibilidade de a gestão ser terciarizada, já que, conforme explicou, tem custos elevadíssimos, que fica demasiado caro para o Hospital.

“O pessoal é todo especializado, há o custo da eletricidade e da água”, disse, adiantando que a lavandaria está equipada com o sistema de tratamento de água que, inclusive, pode ser utilizada na agricultura e até para a reutilização na lavagem das roupas.

Para o ministro da Saúde e da Segurança Social, Arlindo do Rosário, essa lavandaria é uma grande mais valia, já que ela é fundamental em qualquer estrutura organizativa hospitalar.

“É importante, porque previne e ajuda o controlo das infeções hospitalares. Portanto, essa lavandaria que acaba por concentrar o tratamento das roupas de todas unidades dos HAN e outros centros de saúde e ajudar no tratamento dos doentes”, disse Arlindo do Rosário.

Construída numa área total de 670 metros quadrados, a lavandaria custou 146 mil contos, e segundo o embaixador da China, Du Xiaocong, esse projeto abre um novo capítulo nas relações amigáveis entre China e Cabo Verde.