Dom Paulino Évora foi o primeiro bispo cabo-verdiano, que assumiu a Diocese de 1975 a 2009, altura em que se resignou por limite de idade.

A mais antiga Igreja da África, Diocese de Santiago de Cabo Verde, foi erigida em 31 de janeiro de 1533. Pela Bula “Pro Excelenti”, o Papa Clemente VII criava a Diocese de Santiago de Cabo Verde com sede na igreja paroquial da Ribeira Grande, ilha de Santiago. Ficaria sufragânea da Diocese do Funchal, ereta na mesma data, e pelo mesmo documento, ereta em metrópole Eclesiástica.

As comemorações dos 485 anos da Diocese de Santiago foram antecipadas com uma eucaristia solene no dia 28 na Pró- Catedral da Praia, a qual foi presidida, pelo Cardeal e Bispo de Santiago, Dom Arlindo Furtado, e concelebrada por 18 Bispos e vários sacerdotes que participaram na sexta reunião ordinária do Conselho Permanente dos Bispos da África Ocidental, que decorreu na Cidade da Praia de 26 a 30 de janeiro.