O abastecimento de água a essas localidades constitui uma das fases do projecto de extensão da rede de abastecimento de água a noroeste de São Filipe, que cobre várias localidades e contempla mais de cinco mil pessoas e está a ser executado de forma faseada.

Depois de contemplar os povoados situados entre São Pedro e Lomba, a água chega agora a mais quatro povoados e, além da construção da rede principal e secundária, os técnicos da empresa intermunicipal de águas, Águabrava, segundo o seu administrador/delegado, José Rodrigues, estão agora no terreno a efectuar as ligações domiciliárias.

A próxima fase, financiada pela Agência Nacional de Águas e Saneamento (ANAS) em sete mil contos, visa, segundo o responsável da Águabrava, proceder à extensão da rede de abastecimento de Lomba para Mira-Mira e Ponta Verde.

Para a cobertura de todas as localidades a noroeste de São Filipe faltará apenas executar o último lote do projecto, ligando Lomba a Campanas de Cima, cobrindo as localidades de Velho Manuel, Domingos Ledo, Ilhéu de Contenda, Ribeira Filipe, Monte Preto e Campanas de Cima.

O projecto inicial foi co-financiado pelo então Ministério do Ambiente, Habitação e Ordenamento do Território (MAHOT), Águabrava, Câmara Municipal, Comissão Regional de Parceiros, no valor de cerca de 150 mil contos, dos quais 90 mil (61 por cento (%) do valor global) foram disponibilizados pelo ex-MAHOT.

Com a conclusão do projecto de abastecimento de água a noroeste, a taxa de cobertura de disponibilidade de água a nível da ilha, eleva-se para mais de 95 por cento (%), faltando apenas pequenos povoados para serem contemplados, como Cabeça Fundão (Santa Catarina).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.