O vereador pela área da Protecção Civil, Caetano Rodrigues, disse que uma equipa de bombeiros voluntários e de protecção civil trabalhou no combate ao incêndio até depois da 01:00 de madrugada e regressou às 06:00 de manhã de hoje para dar continuidade ao trabalho, indicando que desta vez a área queimada atingiu as outras ardidas nos outros incêndios.

O fogo era mais brando porque não havia vento e para o combate a equipa utilizou um autotanque e a viatura do bombeiro municipal com a colaboração de um grupo de bombeiros voluntários.

Para o vereador da Protecção Civil, presume-se que a origem do incêndio tenha mãos criminosas, observando que desta vez há mais argumentos, porque é a primeira vez que se viu um fogo a começar por dois pneus, quando era mais prático que começasse a partir de plásticos e outros materiais e consumir os pneus, espalhando rapidamente pela lixeira.

“Neste momento, temos desconfiança e não provas materiais para avançarmos com nomes”, disse Caetano Rodrigues, indicando que ainda não houve tempo para tomada de medidas junto das autoridades policiais, mas reforçar que “há forte suspeita de pessoas que poderão estar por detrás e há algum indício que pode conduzir a certa pessoa”, mas entendeu não ser justo mencionar nomes de eventuais suspeitos.

Este é o quarto incêndio registado na lixeira municipal e pelo menos em três há indícios de fogo posto.

Questionado sobre a solução para a lixeira municipal e sobre a sua deslocalização, Caetano Rodrigues disse que antes da solução definitiva que tem estado a levar muito tempo com estudos de impacto ambiental e porque foi identificado um espaço, mas veio-se a concluir que afinal não era o mais apropriado, pelo que a câmara deve arranjar um lugar intermédio para o funcionamento da lixeira de modo a ganhar tempo e fazer todo o estudo necessário para o espaço definitivo.

Segundo o mesmo, como a lixeira situada a escassos metros do hospital e de uma unidade hoteleira com impacto na própria cidade de São Filipe já não tem onde colocar mais lixo para esperar para conclusão do estudo sobre a alternativa definitiva, o razoável é avançar para a solução intermédia no espaço identificado na estrada perto de Monte Genebra na zona sul de São Filipe.

“Certamente será este o trabalho que irá ser feito. Era para começarmos logo com a chegada da viatura de recolha de lixo, mas tivemos um pequeno contratempo com a viatura volvo que iria dar apoio no processo”, avança o vereador, sublinhando que o mecânico assegurou que a reparação está na fase final e que dentro de semanas a viatura estará operacional de modo a avançar neste sentido.

Segundo Caetano Rodrigues, a câmara tem uma outra viatura de recolha de lixo a caminho, faltando somente o seu embarque, sublinhando que é uma doação de uma câmara amiga do Luxemburgo.

Acrescentou ainda que, neste momento, está-se a preparar para dar uma resposta forte, pelo menos na suspensão de depósito do lixo neste espaço já que a transferência vai ser analisada posteriormente porque não vai ser um “trabalho de noite para o dia” já que é lixo de uma vida inteira que está depositada no espaço.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.