Durante esse período, os vereadores e o secretário municipal passam a fazer o atendimento ao público através de contactos telefónicos e por correio electrónico, que foram publicitados para que os interessados tenham acesso a este meio de contacto e comunicação.

Esta é uma das várias medidas tomadas pela autarquia dos Mosteiros, que alega numa nota de imprensa que “Cabo Verde passou a integrar a lista dos países infectados pela pandemia de novo coronavírus, facto que constitui enorme preocupação e provocou a reacção do Governo que adoptou um conjunto de medidas”.

A câmara, enquanto autoridade local com responsabilidade nesta matéria, referiu na nota, congratulou-se com as medidas do Governo e, após a sua análise em sede de reunião camarária, decidiu pela implementação de outros mecanismos e reforçar as acções a nível municipal, sobretudo no sector da saúde.

Assim, além da suspensão do atendimento ao público nos gabinetes, esta instituição vai disponibilizar álcool em gel a todos os serviços da câmara e proceder a desinfecção permanente, devendo os colaboradores do balcão único manter a distância regulamentar.

Nas medidas adoptadas, a autarquia recomenda os estabelecimentos comerciais a manter no seu interior um número não superior a cinco pessoas, em simultâneo, enquanto as instituições públicas, serviços desconcentrados, restaurantes e outros devem intensificar acções de limpeza das suas instalações, disponibilizar álcool em gel aos seus clientes, divulgar informações relacionadas com Covid-19 e as medidas de prevenção.

Das medidas constam ainda a suspenção do funcionamento das casas nocturnas e demais estabelecimentos dedicados à realização de festas, eventos ou recepções, assim como a suspensão em todo o território municipal de actividades culturais, recreativas e desportivas, que promovam a aglomeração de pessoas.

A câmara vai intensificar a fiscalização económica municipal, sobretudo o comércio ambulante ilegal, com apoio da Policia Nacional, operacionalizar o serviço municipal de bombeiros voluntários em coordenação com a Delegacia de Saúde de São Filipe e disponibilizar dois apartamentos no complexo Casa para Todos para garantir a quarentena de técnicos de saúde em eventuais contactos com pessoas infectada.

Igualmente vai disponibilizar as instalações do antigo hospital à Delegacia de Saúde para a instalação dos serviços da Saúde Reprodutiva.

Juntamente com a Policia Nacional, a autarquia dos Mosteiros vai fiscalizar o cumprimento das medidas tomadas pelo Governo e pela câmara.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.