Esta informação foi avançada à Inforpress pelo comandante da esquadra policial da Brava, Higor Almeida, confirmando que são seis Indivíduos do sexo masculino e dois do sexo feminino, sendo quatro de Nova Sintra e quatro da freguesia de Nossa Senhora do Monte, incluindo as duas mulheres.

Segundo a mesma fonte, sete destes indivíduos foram condenados a pena suspensa de 1 ano e 3 meses, não podendo se deslocar das suas residências durante o período de estado de emergência, excepto para satisfação das necessidades prevista no artigo, 8° da Lei que regulamenta o estado de emergência.

O outro, conforme realçou, foi condenado a pena suspensa de 2 anos e 3 meses, não podendo sair de casa, excepto para satisfação das necessidades prevista no artigo supramencionado.

Higor Almeida reforçou o apelo que já tinha sido feito através da Inforpress e vem fazendo nas campanhas de sensibilização, pedindo a população que cumpra as normas, uma vez que “a luta é de todos”.

Acrescentou ainda que vão continuar com acções de fiscalização, com a “mesma dinâmica, alto censo de responsabilidade e profissionalismo, no sentido de pôr cobro à situação de incumprimento de lei”.

Para prevenir e conter o avanço do novo coronavírus (Covid-19), o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, declarou a 28 de Março o estado de emergência no País, devido à pandemia covid-19, com duração de 20 dias, a partir das 00:00 de 29 de Março, até às 24:00 do dia 17 de Abril.

Cabo Verde registou até o momento sete casos positivos do novo coronavírus, sendo quatro na ilha da Boa Vista, dois na cidade da Praia e um em São Vicente.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.