O grupo denominado “Fidjus de Patim” (filhos de Patim), segundo um dos elementos, Lino Lopes, a iniciativa surgiu na sequência da entrada em vigor do estado de emergência e com o confinamento das pessoas em casa para apoiar as famílias de Patim e Jardim/Batente que passam por dificuldades extremas.

Este indicou que a ideia é apoiar, neste momento, 52 famílias mais desfavorecidas seleccionadas pelo ponto focal, com base em três critérios: pessoas com deficiência, idosos e pessoas sem nenhum rendimento, observando que se prevê a atribuição de um valor de quatro a cinco mil escudos, em género e uma pequena parte em dinheiro.

Segundo a mesma fonte, os filhos de Patim estão entusiasmados com a iniciativa e têm estado a participar e contribuir para esta campanha solidaria, ainda em curso, sendo que a previsão para o envio do donativo financeiro para aquisição dos produtos é o próximo sábado, dia 11 de Abril.

Lino Lopes avançou ainda que a campanha foi promovida para esta situação pontual, mas admite a possibilidade da sua continuação para poder ajudar de forma regular as famílias mais carenciadas pelo menos três a quatro vezes por ano.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.