Numa ronda pelas seis farmácias na cidade do Mindelo, a Inforpress constatou que à porta desses estabelecimentos várias pessoas fazem filas para comprar esses produtos, sobretudo álcool gel.

Mas, os responsáveis disseram que ainda estão à espera da reposição do stock dada à “alta procura”.

No entanto, o presidente do conselho de administração da Emprofac, Gil Évora, tinha anunciado que já na terça-feira, 24, a Inpharma iria abastecer as farmácias com álcool gel, para suprimir a sua falta no mercado nacional.

Na altura Gil Évora, garantiu que as farmácias da Praia começariam a ser abastecidas com álcool gel e que o “envio desse desinfetante às outras ilhas seria nos próximos dias”.

A mesma fonte, disse ainda que a venda desse produto seria racionalizada, como tem acontecido no que se refere à disponibilização dos equipamentos de proteção individual, isto para, conforme lembrou, se evitar o açambarcamento.

Sobre a falta de máscaras, o responsável pela Direcção Comercial e Gestão de Clientes da Emprofac, Esmeraldo Gomes, também disse à Inforpress que não há ruptura de máscaras em Cabo Verde e nem nas farmácias. O que existe, explicou, é um controlo nas vendas.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.