Essa iniciativa  acontece em sinal de solidariedade para com “os que mais precisam”, derivado  do estado de emergência imposto como mediada de  combate e prevenção da covid-19.

Em declarações à Inforpress, o presidente da ADSF, João Ferreira,   sublinhou  que esta campanha  consiste em apoiar as pessoas da comunidade, sobretudo as mais vulneráveis, visto que “uma boa parte da população encontra-se desempregada”.

A ideia, segundo o responsável, é conseguir, o apoio da Câmara Municipal da Praia, parceiros privados e estatais, para aderir à essa iniciativa.

Adiantou que pretendem conseguir produtos de primeira necessidade  e valores monetários, para a compra de produtos alimentares   para cerca de 40 famílias da comunidade, incluindo as localidades de Agostinho Alves e Portete Acima.

A ADSF, que em Outubro  vai completar  26 anos de intervenção ao serviço da comunidade, tem como foco  ajudar a classe mais vulnerável, através de acções de empoderamento económico social e cultural.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.