Existem no país mais de 708,5 mil pessoas presas. Este número salta para mais de 750 mil pessoas quando são contabilizados os presos em regime aberto e os detidos em instalações da polícia.

O Brasil tem oficialmente a capacidade total de abrigar 415.960 presos nas suas cadeias, dado que indica um défice do sistema de 292.586 vagas.

O levantamento do G1 usou informações obtidas via assessorias de imprensa de órgãos governamentais através da Lei de Acesso à Informação.

O último levantamento Nacional de Informações Penitenciárias (Infopen) com dados oficiais do Governo brasileiro indicou que até ao primeiro semestre de 2016 cerca de 726.712 pessoas estavam presas no país.

Segundo o relatório, 89% da população prisional encontrava-se em unidades sobrelotadas, independentemente do regime de cumprimento da pena.

De acordo com os dados do Infopen, o Brasil ultrapassou a Rússia tornando-se o terceiro país com maior população prisional do mundo ficando atrás da China e dos Estados Unidos.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.