Segundo o comandante da esquadra policial da Brava, Arlindo Sanches, a “padjinha”, nome pelo qual também é conhecida a erva, encontrava-se camuflada no interior de uma mochila, num caixote.

A droga foi encontrada numa encomenda com ordem de embarque e nome de um indivíduo de 28 anos, natural da Brava, e que será apresentado o “mais breve possível” ao Ministério Público para legalização de prisão e aplicação de medidas de coação.

De acordo com informações avançadas pelo comandante, esta apreensão e detenção resultou numa operação “normal”, que é realizada sempre à chegada do navio.

Nos finais de Março, a PN tinha surpreendido um indivíduo que foi efectuar também o levantamento de uma mercadoria com 20 embrulhos de “padjinha”, com o peso de 2.420 gramas.

Inforpress/fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.