Conforme explicou o comandante da esquadra policial, Higor Almeida, à Inforpress, estas acções iniciaram-se logo com o início das actividades escolares na ilha, tentando abranger todas as escolas, mediante a disponibilidade dos agentes em serviço que fazem o policiamento perto das escolas de segunda a sábado.

Além de marcar presença, os efectivos realizam visitas ao pré-escolar e mesmo nas escolas, passando informações, e com acções de sensibilização junto dos alunos e demais actores do sistema educativo, para as questões da segurança.

Também, acrescentou, que tentam promover comportamentos de segurança escolar através de vigilância das escolas, do policiamento dos percursos habituais de acesso às escolas.

O comandante reconheceu que não conseguem dar cobertura a todas as escolas ao mesmo tempo e todos os dias devido a carência de efectivos, mas, têm redobrado os esforços para levar adiante o programa.

O projecto Escola Segura foi implementado no país desde 2012, e é de âmbito nacional, uma medida que tenciona colmatar a questão da insegurança em Cabo Verde, recorrendo a uma abordagem pedagógica preventiva.

Inclui todos os estabelecimentos de educação e ensino, públicos, privados e cooperativos e é assegurado por agentes policiais.

Inforpress/fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.