Segundo o sacerdote, em declarações à Inforpress, este período que se iniciou domingo, além da preparação para o Natal, é também o início do ano pastoral.

Frei Matias salientou que para as vidas que estão distraídas, muitas vezes precisam sempre de um despertador para fazê-las acordar e devem-se acordar e estar sempre preparados para a vinda de Jesus.

“É uma vinda, que já é presente para nós os cristãos. Pois, Cristo é sempre presente na no nosso meio, mas tem a vinda histórica que nós celebramos e a vinda gloriosa que temos que preparar para ela sempre”, explicou o religioso.

Prosseguiu, os cristãos têm sempre esta esperança de vida eterna e de salvação, porque Cristo lhes garantiu, mas, é preciso preparar para acolhe-las, pois, o acolhimento, relembrou que depende dos cristãos.

Questionado sobre como preparar para acolher e prepara para receber Jesus Cristo no mundo de adversidades, frei Matias reforçou que é “sobretudo” no meio das adversidades que se tem que dar prova da fé.

Comparando a vida do cristão como sendo um navio e que neste navio há que navegar, sabendo que no leme está Jesus Cristo, “o grande capitão”, citou um provérbio popular, salientando que “mar calmo nunca fez bons marinheiros”.

Ou seja, “é preciso navegar sempre contra as adversidades”, mas com confiança que quem está no leme é um “capitão invencível” e por outro lado, estar com cuidado porque o inimigo está sempre a espreita.

“É preciso estar de olhos claros, para podermos combater. Combater uma doença é com medicamentos mais fortes, então para combater inimigos é sendo mais forte, para ser mais forte do que o inimigo é basta estar unido a Cristo que é a nossa força”, concluiu o frei.

MC/CP

Inforpress/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.