Em declarações a Inforpress, a responsável avançou que os funcionários aduaneiros apreenderam as 1010 munições de calibre 12mm no Porto da Praia, na passada quinta-feira. 07.

Conforme Laurinda Vaz Almada, o dono não compareceu para fazer o desembaraço aduaneiro dos volumes, facto que levou os funcionários aduaneiros a efectuarem uma peritagem da mercadoria, sem presença do dono, para ser vendida em hasta pública.

Numa nota da Direcção Nacional de Receitas do Estado (DNRE) informa-se que as munições estavam dissimuladas em caixas de detergente em pó.

A participação da apreensão, disse aquela responsável, foi também enviada à Policia Judiciaria (PJ).

Em 2018 foram efectuadas “à volta de seis apreensões do género”, segundo a directora da Alfândega da Praia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.