Num encontro com os deputados do MpD (poder), eleitos pelo círculo eleitoral de Santo Antão, o delegado da Sonerf em Santo Antão, Euclides Morais, explicou que o montante, disponibilizado no quadro do plano de mitigação da seca, está a ser aplicado na construção de reservatórios, bebedouros, captações de água, muros de protecção de furo e de manutenção de levadas.

Trata-se de obras que decorrem a “um bom ritmo” e que já permitiram gerar cerca de 130 postos de trabalho em toda a ilha, segundo este responsável, ressaltando o impacto dessas intervenções na criação de resiliência no seio das populações rurais neste ano de seca.

No caso do Porto Novo, o concelho foi contemplado com uma verba de 31 mil contos para a mobilização de água para a agricultura, no quadro do programa de mitigação da seca.