De acordo com nota da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), em São Vicente, a missão será recebida esta sexta-feira pela directora de Gabinete do ministro de Economia Marítima, Paulo Veiga.

A equipa terá ainda encontros de trabalho com instituições nacionais “implicadas na implementação do projecto” e com a Associação de Pescadores Nova Geração de São Pedro, que é um dos parceiros do projecto.

O projecto de ‘Iniciativa da Pesca Costeira-África’ está a ser implementado pela FAO em Cabo Verde, nas ilhas de São Vicente e Maio, é financiado pelo Global Environment Facility (GEF) em cerca de 52 milhões de dólares, para um período de 4 anos (Setembro 2018 – Maio 2022).

Conforme a mesma nota, o objectivo deste projecto é “demonstrar e promover processos holísticos e abordagens integradas” visando a “gestão sustentável” na pesca costeira.

Inclui mecanismos de “partilha das melhores práticas” de governança das pescas e o “reforço da cadeia de valor” na pesca costeira, “gestão de conhecimento e pesquisa para compartilhar experiências”, e promoção de uma “gestão eficaz e sustentável” da pesca em todo o mundo.

O projecto pretende ainda implementar uma estratégia de comunicação para partilhar resultados obtidos a nível local, nacional, regional e mundial.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.