Segundo informações avançadas pelo Gabinete de Comunicação e Imagem (GCI) da edilidade, o espaço está em obras de reabilitação e já está apetrechado com alguns equipamentos instalados no quadro da formação em mecânica de reparação de motores de botes, que decorre em parceria com a Fundação Suíça Cabo Verde para Formação e o Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).

A mesma fonte fez saber que para o presidente da Câmara Municipal de São Miguel, Herménio Fernandes, “não há dúvidas” das vantagens que a consumação desta instituição de formação profissional oferece para os jovens do concelho e da região de Santiago Norte.

Adiantou, ainda, que a localização geo-estratégica “privilegiada “do concelho facilita o acesso aos jovens dos concelhos vizinhos dinamizando, assim, a economia marítima, de forma a potencializar a região de Santiago Norte.

Esta terça-feira, 21, a directora-geral do Emprego, Formação Profissional e Estágios Profissionais, Jacqueline Moniz, esteve no concelho para se inteirar dos passos dados rumo à efectivação deste projecto para, a partir daí, dar os suportes necessários para a sua concretização.

“Jacqueline Moniz vê com muita satisfação e entusiasmo esta proposta de ter uma Escola Profissional do Mar num município que tem muito a ver com o mar, que possui uma boa orla marítima e tem no mar uma das suas principais potencialidades”, fez saber a autarquia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.