A porta-voz das formandas, que falava aos jornalistas, em São Jorge, à margem da cerimónia de entrega dos certificados, assegurou que adquiriu conhecimentos que a permite estar apta para o mercado de trabalho.

Conforme avançou, estão a pensar criar grupos de quatro ou cinco elementos para avançarem com pequenos negócios.

Uma ideia que vai ao encontro com as palavras do presidente da Câmara Municipal de São Lourenço dos Órgãos, Carlos Vasconcelos, que aconselhou essas jovens a começarem com o que têm ao seu dispor e só depois pensar em empresas de grandes portes.

“Nós somos um dos promotores do emprego no município, por isso, desde início nós vimos esta formação como uma oportunidade para esse grupo de jovens”, demonstrou, elencando várias iniciativas com vista a aumentar emprego no seu concelho.

Para o autarca, as formações são novas formas de fazer os jovens aprenderem, dotando-os de mais ferramentas e bagagens para entrarem no mercado de trabalho.

“Nós aderimos a este projecto com o objectivo de trazer mais oportunidades de emprego para a juventude, sobretudo no mundo rural, que sofre com os três anos de seca”, afiançou.

Conforme observou, esta formação permite a criação de 20 postos de trabalho no seu município.

Por sua vez, o director do Centro de Capacitação e Formação Profissional dos Órgãos (CCFPO), Agrinaldo Borges, admitiu que esta iniciativa, fruto de uma parceria entre Citi Habitat, autarquia de São Lourenço e CCFPO, veio para empoderar 20 mulheres.

Segundo ele, um grupo de cinco mulheres já começaram a abastecer algumas lojas na capital do país com seus produtos.

“A nossa expectativa é muito grande, porque muitos jovens já revelaram as potencialidades para criarem seus próprios projectos”, enfatizou.

A representante do Citi Habitat considerou que quando se está a dar jovens e mulheres instrumentos para terem acesso ao rendimento e mercado de trabalho, está-se perante o combate à pobreza.

Neste sentido, assegurou que enquanto existir a pobreza em Cabo Verde, a Citi Habitat vai continuar a sua luta para capacitar jovens e mulheres.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.