Os pescadores dessa comunidade piscatória, situada no interior do concelho do Porto Novo, aproveitaram a visita, nos últimos dias, dos deputados do Movimento para a Democracia (MpD – poder), eleitos por Santo Antão, para exigir do Governo “medidas”  visando o desenvolvimento do sector nessa localidade, que passa pela construção de um cais de pesca e um arrastador de botes.

A delegação parlamentar, chefiada pelo presidente da Assembleia Nacional e deputado por Santo Antão, Jorge Santos, pôde ouvir dos “homens do mar” do Tarrafal de Monte Trigo, que a situação por que passa as pescas nessa zona tem sido marcada pela “fraca captura” com “impacto negativo” na vida das famílias.

O Governo havia prometido realizar, ao longo de 2019, um projecto integrado nessa localidade, à volta de 200 mil contos, com maior incidência nas pescas, o qual nunca chegou a “sair do papel”, segundo os pescadores, que dizem aguardar ainda pelos projectos anunciados, sobretudo, a nível de tratamento e conservação do pescado.

Entretanto, o Executivo espera, ainda este ano, concluir um estudo sobre que tipo de infra-estruturas de pescas Cabo Verde necessita, que está a ser elaborado pela Empresa de Administração dos Portos (Enapor).

O secretário de Estado Adjunto da Economia Marítima, Paulo Veiga, numa recente visita a Porto Novo, explicou que esse estudo dará “indicações” ao Governo sobre que tipo de infra-estruturas devem ser instaladas para o apoio da actividade pesqueira nas diferentes comunidades.

Tarrafal de Monte Trigo está entre as comunidades contempladas por esse estudo, que dará informações sobre que tipo de infra-estruturas a instalar, “para facilitar o embarque de pessoas e do pescado”, segundo Paulo Veiga, que admitiu a possibilidade dos projectos começarem a ser construídas já a partir de 2020.

Existem no Porto Novo, cerca de 300 operadores de pesca, distribuídos por três comunidades piscatórias.

Na cidade do Porto Novo, a falta de um caís de pesca, a criação da casa do pescador, a montagem de uma loja de materiais de pesca, a melhoria das embarcações são algumas das preocupações da associação local dos pescadores do Porto Novo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.