Segundo o produtor António Lima, o queijo curado, que, pela sua qualidade, está a suscitar interesse de uma empresa suíça, tem sido cada vez mais procurado, designadamente por turistas franceses que visitam, constantemente, Planalto Norte do Porto Novo, localidade também muito conhecida pelo queijo fresco que produz.

Estima-se que mais de onze mil turistas franceses chegam, por ano, a Santo Antão.

Apesar da seca que fustiga, há dois anos consecutivos, o Planalto Norte do Porto Novo, António Lima garante que está a conseguir responder à procura.

Este produtor consegue fabricar, diariamente, 15 queijos curados, produto muito procurado a nível nacional e cuja qualidade foi reconhecida pelas instituições nacionais e internacionais, como é o caso da Fundação Slow Food, Itália.

O Planalto Norte do Porto Novo é, também, conhecido pelo queijo fresco que produz artesanalmente, produto distinguido, em 2017, pela Fundação Slow Food, com a medalha “Slow Cheese Award”.

O posto do turismo do Porto Novo tem estado a divulgar os queijos curado e fresco do Planalto Norte, produzidos como base em leite cru de cabras, que, avançou, então entre os melhores do mundo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.