De entre os investimentos já financiados pelo Governo, câmaras municipais de Santo Antão e pela cooperação internacional, estão a requalificação da estrada de acesso à Lagoa, projecto regional do Planalto Leste e o projecto de valorização turística do parque natural de Cova/Paul/Ribeira da Torre.

As obras de requalificado dos dez quilómetros da estrada, que ultrapassam os cem mil contos, financiados pelo Governo, estão na fase de implementação, enquanto que o projecto   regional do Planalto Leste, cargo da Associação dos Municípios de Santo Antão, é financiado em nove mil contos, através do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

O projecto sobre a valorização turística do parque natural de Cova/Paul/Ribeira da Torre tem o financiamento no âmbito do Fundo do Ambiente, em cinco mil contos, e a sua execução vai estar sob a responsabilidade da Associação das Mulheres do Planalto Leste (Amupal).

Esse pacote de projectos, não inclui, entretanto, os investimentos que estão programados no âmbito do projecto de recuperação do perímetro florestal do Planalto Leste, financiado pelo Governo em 30 mil contos para os próximos três anos.

Igualmente, estão em carteira outros projectos, designadamente a nível do abastecimento de água (rede domiciliária em Ribeirão Fundo e Águas das Caldeiras) e desporto (construção de uma placa desportiva em Lagoa).

Conforme as câmaras municipais de Santo Antão, Planalto Leste nos “últimos anos foi contemplado com “avultados” investimentos, com destaque para o abastecimento de água, no quadro do II compact de Millenium Challange Account (MCA).

Mais de 250 mil contos foram investidos já Planalto Leste nesse domínio, permitindo a resolução do problema de água nesse planalto, que recebeu, também, projectos a nível de electrificação e turismo (construção de miradouros).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.