A ministra das Infra-estruturas, Ordenamento do Território e Habitação, Eunice Silva, durante a sua estada em Santo Antão, esta semana, integrando uma delegação chefiada pelo primeiro-ministro, admitiu a possibilidade de o Governo, “para o ano”, com lançamento de novas estradas, poder contemplar Caíbros e Dominguinhas.

A construção da estrada de acesso a Dominguinhas, um dos vales agrícolas mais encravados no interior do Porto Novo, tem sido, constantemente, reivindicada pelos agricultores locais que dizem estar “a produzir para nada”, já que não conseguem fazer o escoamento dos excedentes.

Para o edil do Porto Novo, Anibal Fonseca, o desencravamento de Dominguinhas é “um desígnio” do seu município, dadas as potencialidades que essa localidade possui a nível da agricultura e do turismo.

Em relação ao Caíbros, a requalificação da via de acesso à esse vale, também ele muito produtivo, tem sido revivificada, insistentemente, pelos moradores e pela própria edilidade da Ribeira Grande.

Aliás, a construção da via para Dominguinhas e a requalificação da estrada de acesso a Caíbros foram algumas das questões levantadas durante a conferência sobre o desenvolvimento local e regional, realizada pelo Governo, quinta-feira, na ilha de Santo Antão.

A ilha de Santo Antão recebe, nesta altura, investimentos à volta de 620 mil contos na construção e requalificação de mais de 20 quilómetros de estrada de desencravamento de localidades com potencial agrícola e turístico.

A nível nacional, estão em curso obras de construção/requalificação de 30 estradas, cinco das quais lançadas, esta semana, na ilha de Santo Antão, informou a ministra.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.