Depois de ter firmado, esta semana, uma parceria com a empresa Frescomar, em São Vicente, a fábrica de azulejos, instalada em 2017, procura outros parceiros, porque o propósito, segundo o responsável dessa unidade, Hirondino Silva, é retirar os plásticos do ambiente em todo o país, transformando-os em azulejos.

No âmbito deste acordo, a Frescomar passa a disponibilizar plásticos à fábrica para a produção de azulejos, uma parceria que essa unidade industrial em Santo Antão pretende estender a outras empresas e instituições em Cabo Verde.

Com isso, a fábrica de produção de azulejos com em base em reciclagem de plásticos espera, também, atender à procura deste produto no mercado nacional, que tem vindo a aumentar de ano para ano, conforme o responsável.

Os azulejos produzidos em Santo Antão, que têm vindo a ser muito procurados no mercado nacional, estão a ser exportados para a Holanda, através de empresa daquele país europeu.

A exportação deste produto para a Holanda constitui, segundo os promotores do projecto, mais uma etapa rumo à consolidação deste empreendimento que, diariamente, consegue retirar do ambiente “grandes quantidades de plástico”, transformando-as em azulejos.

A unidade de produção de azulejos, que já foi galardoada com medalha de mérito ecológico, pela Câmara Municipal do Paul, consegue produzir até 24 mil pedras de diferentes padrões, por ano.

A fábrica, instalada pela Fundação dos Amigos do Paul na Holanda, foi financiada pela cooperação holandesa, através da Universidade Tu Delf, em Roterdão.

Inforpress/Fim.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.