Francisco Lopes, um dos criadores de gado, acha que o Governo devia “olhar para o rosto” das famílias que, perante o segundo ano de seca consecutivo, não conseguem salvar o seu gado, porque não há emprego e, por isso, não tem como adquirir a ração para os animais.

“O Governo deveria olhar para as pessoas nesses anos de seca. Há famílias que estão a ficar sem nada para sobreviver. Enfim, a situação é bastante difícil. Deviam olhar mais para o campo”, suplicou este criador, que confirmou estar a perder parte do seu efectivo.

Outro criador, Domingos Dias, disse que, a nível de criação de gado, estão “a enfrentar uma situação deveras difícil”, alertando que os camponeses já não têm “nada para fazer com os animais que estão, de facto, a morrer”.

“Os animais estão a morrer, de facto, mas muitos ainda conseguem vender alguns animais mesmo ao desbarato”, lamentou este criador, adiantando que houve quem tenha já vendido uma vaca por apenas 25 contos.

Para António Gomes, o tão falado plano de mitigação da seca “ainda não chegou” ao Planalto Leste, onde a falta de emprego constitui uma outra inquietação, alertou.

Para o presidente da associação comunitária “Luz Viva” de Lagoa do Planalto Leste, Manuel Pinto, “a situação está a tornar-se mesmo difícil para os criadores e agricultores”, confirmado que a ração, prometida no quadro do novo plano de mitigação da seca, “ainda não está a ser colocado” nessa zona, uma das mais fustigadas pela seca.

No quadro do novo plano de mitigação da seca, a ilha de Santo Antão foi contemplada com uma verba que ultrapassa os 50 mil contos, que, além do salvamento do gado, incide ainda na abertura do emprego público.

Os serviços do Ministério da Agricultura e Ambiente na ilha garantem que, em relação ao salvamento do gado, a ração está a ser colocado, desde Fevereiro, à disposição dos criadores a um preço bonificado (20%).

Contudo, em quase todas as localidades, os criadores dizem o contrário, ou seja, ainda não viram o tão desejado alimento para os seus animais.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.