O Mercado Municipal era uma exigência antiga, e a câmara presenteou as vendedeiras e a população dos Espargos, este ano, com essa infra-estrutura, por ocasião das festividades do Município, assinalado a 15 de Setembro.

Localizada no edifício das antigas instalações da DMN – antigo quartel -, em Morro Curral, a infra-estrutura tem capacidade para 30 bancadas de verdura, 34 de peixe e quatro de carne.

Entretanto, tanto as vendedeiras de verduras e produtos frescos, mas especialmente as de peixe, dizem que o calor lá dentro é intenso, fazendo com que o gelo para conservação do pescado se derreta num “abrir e fechar de olhos”.

“Não há dinheiro que chegue para comprar gelo. Essa situação tem-nos prejudicado sobremaneira. Muitas vezes vamos deitar o peixe no lixo. O sistema de refrigeração do pescado devia ser igual ao da carne”, exteriorizam.

“A conservação do peixe através de gelo foi só no dia da inauguração. Estava tudo muito bonito. Gostaríamos que continuasse assim. Mas, não conseguimos suportar as despesas com o gelo. Preso por ter cão e preso por não ter”, desabafam em tom de lamento.

A Inforpress constatou, no local, que a câmara providenciou redes nas janelas de modo a proporcionar maior circulação de ar, entretanto a situação de higiene e arrumação, segundo as vendedeiras, deixa muito a desejar.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.