Em declarações à Inforpress, Adewoyin Olugbenga, da organização, explicou que o evento é promovido pela Viva Verde, em parceria com a Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Sotavento e Pan African Leadership and Entrepreneurship Development Centre (PALEDEC) e constitui uma oportunidade para os empresários cabo-verdianos apresentarem projectos e concorrer a financiamentos.

Adiantou que esta primeira edição conta com a participação de 13 grandes investidores do Qatar, América, Dubai, Trindade Tobag, Gana e outros países africanos que representam uma rede que quer investir em África, de modo a promover o desenvolvimento da economia do continente e de Cabo Verde.

Acrescentou que o encontro vai contar ainda com a presença de “altas personalidades” e empresários ligados ao sector do turismo, imobiliária, agricultura, telecomunicações, tecnologias de informação, banca, saúde, energia e construção civil.

Adewoyin Olugbenga, que falava à Inforpress, momentos antes de ser recebido na Cabo Verde Trade Invest, afirmou que trouxeram investidores que se mostraram disponíveis para oferecer bolsas de estudo para meninas cabo-verdianas e financiar projectos cabo-verdianos.

“Pedimos aos empresários cabo-verdianos a mostrarem os seus projectos para que esses grupos possam financiar projectos em Cabo Verde, mas também empoderar as mulheres jovens”, referiu o responsável, que se mostrou confiante quanto ao resultado desse evento que, segundo o mesmo, prevê a assinatura de vários projectos.

Constam também do programa encontro B2B entre missão empresarial e Governo de Cabo Verde, com os empresários locais e visitas a alguns projectos.

O acto central acontece no dia 29, quarta-feira.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.