A iniciativa é do Ministério da Economia Marítima, que enviou a Tarrafal e Monte Trigo uma equipa para a apresentação aos pescadores locais do projecto, cujo objectivo é a promoção da utilização de propulsão eléctrica nos botes, visando a redução da pobreza, através do uso das energias renováveis.

A tecnologia da propulsão eléctrica, com mais de 20 anos de utilização, consiste num motor eléctrico fora de borda que é accionado por um grupo de baterias carregadas com painéis fotovoltaicos, de acordo com um documento sobre projecto a que a Inforpress teve acesso.

As baterias podem ser carregadas de uma fonte de energia renovável, ou seja, sem custos operacionais derivados de combustível.

A execução do projecto será feita em botes de madeira fornecidos por pescadores das diferentes aldeias piscatórias, onde se pretende "disseminar" a tecnologia de propulsão eléctrica, refere o documento.

Depois das demonstrações nas diversas ilhas, os equipamentos, que pertencem ao Ministério da Economia Marítima, deverão, posteriormente, ser ofertados ou alienados a associações de pesca locais engajadas na promoção ambiental.

JM/AA

Inforpress/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.