Este operador esteve, nos últimos dias, de visita a Porto Novo para ultimar os preparativas para  o arranque dos investimentos que, nesta fase, vão incidir na recuperação e equipamento da unidade de processamento do pescado, na cidade do Porto Novo.

Com este projecto, o empresário pretende transformar o pescado para o mercado nacional, prevendo-se, a partir de 2020, no âmbito de um memorando já firmado com a câmara do Porto Novo, alargar os investimentos  visando a exportação do pescado para o exterior.

Em temos de investimentos públicos, Porto Novo recebe, ao longo deste ano, investimentos no domínio das pescas que ultrapassam os 200 mil contos, já assegurados pelo Governo e pela edilidade portonovense.

Dois cais de pescas, sendo um na cidade do Porto Novo e outro no Tarrafal, e um arrastadouro de botes em Monte Trigo são alguns dos projectos em carteira com vista a potenciar as pescas neste município.

As unidades de conservação do pescado no Tarrafal e Monte Trigo vão ser, também, melhoradas, num investimento de mais de nove mil contos.

JM/CP

Inforpress/Fim

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.